Sistema automático de combustível vence edição da Feira Tecnológica

 

 

Fonte: Jornal de Angola

Sistema automático de combustível vence edição da Feira Tecnológica

O projecto de sistema automático de combustível, do Instituto de Petróleos da província do Cuanza-Sul, venceu a primeira edição de Feira de Educação, Cultura e Tecnologia FEJE- TEC, na categoria de melhor projecto tecnológico. A FEJE-TEC, realizada em Luanda, foi promovida pelo Secretariado Nacional da JMPLA.

Criado por um grupo de jovens finalistas daquela instituição de ensino, o projecto, avaliado em 118 milhões de kwanzas, tem como finalidade transferir qualquer líquido fluido de um depósito para outro.

O prémio de melhor aplicativo informático foi atribuído ao Instituto de Telecomunicações e o de empreendedor, ao empresário da província da Huíla Carlos Pinto.

O prémio de melhor composição musical foi atribído a Edy Pecela da província do Huambo, e o de melhor obra literária, a Maria Cassequel foi a que apresentou a melhor obra literária. Dionísio Canga André, da Universidade Kimpa Vita, da província do Uíge, conquistou o prémio de melhor projecto científico e o de melhor pavilhão a ao Centro de Formação Técnico Profissional CINFOTEC.

Também em relação ao melhor pavilhão da I Feira da Educação , Cultura e Tecnologia, mas o prémio foi atribuído à província do Zaire.

A feira, que reuniu expositores de todas as províncias, foi visitado por várias entidades ligadas ao mundo empresarial, homens de letras e cultura, desportistas e políticos.

O prémio para a melhor peça teatral foi atribuído ao grupo Muene Mukuva, da província do Cuando- Cubando, que apresentou a peça“Lágrimas de um guerreiro”. Os restantes participantes receberam certificados de participação.

Foram igualmente atribuídas menções honrosas a algumas personalidades e instituições, entre as quais o portal de plataforma digital platinaline, o Itel, os cantores Eduardo Paím e Mauro Kicupo o Instituto de Petróleos e Guilherme Mogas
A FEJE-TEC, que passa a realizar-se anualmente, teve a participação de mais de 90 expositores de todas as províncias.

Maior incentivo

O governador da província de Luanda disse, na cerimónia de encerramento, que a FEJE-TEC se reveste “de grande importância pela sua magnitude e por constituir uma iniciativa inédita, criativa, orientada para a promoção do mérito e da excelência”.
Adriano Mendes de Carvalho declarou que “Angola é um país jovem, de progresso e de prosperidade social, cujo desígnio da conquista da independência deve ser enaltecido, inspirando a actual e as futuras gerações”.
“A nossa juventude representa, não só uma mais -valia no compromisso da manutenção da paz, da unidade nacional, mas, sobretudo, para o processo de desenvolvimento, de crescimento e da prosperidade, no presente e no futuro”, disse.
O governador provincial, afirmou que a Feira de Educação Cultura e Tecnologia “é um um desafio à edificação do conhecimento, da tecnologia e inovação, do empreendedorismo e da cultura”.